Imagem capa - Matilde, a rebelde por Carla Caseiro
Família

Matilde, a rebelde

Esta, foi uma sessão com sabor agri-doce, foi tão bom fotografar mais uma vez esta família, tão doce e descontraída, uma tarde de sol  fantástica, mas que já adivinhava a quarentena.

Fazíamos a sessão com a plena consciência que, nos próximos dias já não seria possível:

- fotografar;

- o contacto social,

- a esta família, ficar unida tão depressa, neste moldes

- não seria possível sair de casa,

Só não sabíamos por quanto tempo, e continuamos a não saber, a vida pregou-nos uma partida, sem precedentes e a ordem é ficar em casa, até que ...



A Matilde, sempre indiferente a este caos e ainda bem, nada como a inocência de uma criança, foi  a menina rebelde do costume, não parou um bocadinho e obrigou a tia Carla a fazer muita, muita ginástica.

O que ela queria mesmo, era andar a apanhar paus e dar de comer aos patos, mal eu sabia quando sugeri fotografar na Fábrica da Pólvora que esta pequenota de 2 anos, é vidrada em patinhos.

E em tantas vezes que fotografei ali, nunca tinha visto os patos fora do lago e a passear pela relva, foi de facto um momento mágico.







E lá vai ela sem medos, destemida, e pouco ligando à câmara que a acompanhava.

Na sua tarefa árdua, de dar de comer aos patos, ainda teve tempo de soprar um dente de leão, não consciente da situação, desejo eu que, aquele sopro nos concretize que todos queremos, neste momento tão difícil, que isto tudo passe rápido!






Sorrisos, caretas, indiferença, rebeldia, lindona, simpática, brincalhona e destemida, acho que podemos ver nestas imagens todas estas características da Matilde.









Desejo do fundo do coração, fotografar esta família brevemente, quando formos novamente livres e como a própria diz, quando a guerra terminar.







Sessões Fotográficas, Fotografia de família

Outfits - pela família

Fotografia - Carla Caseiro Fotografia

Local - Fábrica da Pólvora